Skip to content

Sex!

4 abril, 2008

 É bem verdade que, para grande maioria das pessoas, a música é fundamental e, muitas vezes, faz parte de momentos que marcaram.
Se é pra “aqüendar”, que se “aqüende” antes, durante e depois…

pele.jpg

 

 

 

 20ºandar…

Final de tarde abafado, calor e chuva de verão. As pessoas pequenininhas tentando se esconder da chuva, e o mundo aos pés. É a visão que ela tinha da janela da varanda. Você chega perto e a respiração dela muda, e ela fica muda, e o corpo treme e você sente… Nada muito rápido nem brusco, os poros precisam entrar em contato e decorar a pele…

Respirações devidamente sincronizadas, corpos também: mãos, pernas, tudo.
Chegue ao quarto tateando as paredes…
Estude os movimentos, não tenha pressa… Aproveite e se aproveite da vontade alheia, faça dela o seu desejo!
… Dentro, fora, frente e verso, do avesso.
Ritmo! É preciso ritmo, esquecimento e entrega.

Beije. Morda… Beije! Deslize! Fique! Faça… Faça! Continue…

Abrace e percorra curvas com a ponta dos dedos. Permaneça perto, busque cheiros, ofereça seus lábios.
Sorria e a faça esquecer que há mundo além dela.

_______

Traduzindo essas palavras pra músicas, elas seriam:

Chris Isaak – Wicked Game

Corinne Bailey Rae – Till It Happens To You 

Led Zeppelin – Since I’ve Been Loving You

4 Comentários leave one →
  1. 4 abril, 2008 6:40 pm

    Meninas, adorei o blog!
    Post tudow!
    Corinne é uma diva!
    Beijão

  2. Greenie permalink
    5 abril, 2008 3:08 pm

    Esse post me trouxe uma sensação de familiaridade…

    Agora, falando propriamente do assunto do texto, as músicas que você selecionou parecem apropriadas mesmo (hahaha), mas…Sei lá, esse tipo de escolha é muito pessoal. Tem várias circunstâncias que podem fazer com que uma música que era só boa vire “fuck music”. E o que é “fuck music” pra uma pessoa, obviamente pode não ser pra outra.

    Uma música bacana que toque em alguns momentos mais calientes, por acaso ou não, tem uma boa chance de ser consagrada, por exemplo. Já aconteceu comigo. XD

    Fora as preferências musicais do casal, claro! Falei uma vez com uma criatura que dizia que gostava de “fazer” ao som de Marduk. O.o Pessoalmente, eu não ia achar muito interessante, mas…? (hahaha²)

    :*

  3. 5 abril, 2008 8:26 pm

    Adorei o texto! Até mandei pra minha namorada ler… hihihi
    e adorei a foto tb! ótima escolha!
    um abraço,
    Renata
    http://www.oraculodelesbos.blogspot.com

  4. Té Pazzarotto permalink
    5 abril, 2008 9:37 pm

    Ow, que bom que você gostou Renata. ^^~

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: