Pular para o conteúdo

BloGAYando

26 abril, 2008
by

– O que vamos fazer hoje, Cérebro?

– Tentar bloGayar o mundo, Pink!

Segundo uma recente pesquisa conduzida pela “Harris Interactive” nos Estados Unidos, os gays e lésbicas adultos lêem, acessam e mantêm mais blogs do que os heterossexuais.

Pouco mais de metade (51 por cento) dos entrevistados gays assumiram ler algum tipo de blog, comparado a 36 % dos heterossexuais. A pesquisa também revelou que 28 % dos gays e lésbicas, em idade adulta, acompanham as notícias e comunicados pelos blogs, em comparação com 19 % dos heterossexuais.

De acordo com Wes Combs, “os estudos mostram consistentemente que gays e lésbicas são líderes no uso de blogs e estão muito empenhados em encontrar informações relevantes e oportunas (…) os blogs são rápidos para moldar o panorama e um meio que marqueteiros e os anunciantes não podem se dar ao luxo de ignorar, especialmente quando se trata de atingir gays e lésbicas influenciadores, os eleitores e os consumidores.”

Convém destacar que a mesma tendência se mantém nas comunidades on-line e sites de namoro. A maioria dos homens gays adultos (57%) declararam que são membros, contra 37 % dos homens heterossexuais.

Aparentemente, como diria o Cérebro, “vamos dominar o mundo”, mesmo que o começo se dê no universo virtual…

Se isso levar à promoção dos direitos humanos homoafetivos reduzindo o preconceito contra a diversidade, terá valido cada esforço para difundir informações e agregar o seguimento LBGT.

___________

Fonte: HarrisInteractive.

6 Comentários leave one →
  1. Té Pazzarotto permalink
    26 abril, 2008 8:31 pm

    sempre desconfiei das reais intenções do Cérebro…

    hahahahahha
    =D

  2. Aranel permalink
    26 abril, 2008 8:40 pm

    Eu também =]]]] Mas você é o gênio aqui então… se você diz, até eu garanto rs =]]] Beijos e Beijos…

  3. 26 abril, 2008 11:35 pm

    Essa tendência tem uma lógica muito simples de entender. Muitos gays e lésbicas só conseguem interagir com pessoas com quem tenham interesses em comum no mundo virtual. Se você vive cercado de gente diferente de você, onde vai procurar apoio, amizades, namoro? Nessa tal de comunidade gay…
    E atualmente vejo que existe um processo muito interessante pra algum antropólogo analisar: o fato de muitos gays e lésbicas se assumirem primeiro no mundo virtual. O primeiro passo, aquele de dizer alto “Eu sou gay” hoje em dia é feito muito mais através do computador, num ambiente onde a pessoa sabe que será aceita. Ela tecla pela primeira vez as palavras “eu sou gay”. Quantas vezes já não vimos em fóruns ou comunidades esse tipo de tópico?

    Um abraço,
    Renata.
    http://www.oraculodelesbos.blogspot.com

  4. Té Pazzarotto permalink
    27 abril, 2008 12:11 am

    Realmente, Renata, lendo seu comentário lembrei de vários episódios virtuais semelhantes a essa “primeira vez”… Inclusive as minhas =)

  5. gayeok permalink
    27 abril, 2008 11:10 am

    É, a Renata já comentou o que eu ia falar. haha

    Além disso, também tem o fato de não haver na mídia impressa, TV, etc, oferta suficiente para o homossexual se informar, fazer troca de conhecimentos, se reconhecer. E como o ambiente virtual é livre, se torna o lugar ideal para a expressão de idéias :o)

  6. Aranel permalink
    27 abril, 2008 11:26 am

    Renata,

    bem dito, bem ponderado e extremamente bem colocado! A comunicação virtual é, antes de mais nada, um instrumento para se relacionar com os iguais diminuindo a possibilidade de ser julgado pelas diferenças…

    Um forte abraço. =]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: