Skip to content

Par Ím par

21 setembro, 2008

Há amigos que nos põem à prova e amores que se provam pela sua essência; pela existência que apresentam mesmo na ausência da pessoa amada.

– Ei, pára com isso… Já disse, – resmunguei e Fernanda me observou como se nada tivesse acontecido.

– Você está tensa, Nel…

– Sim, verdade… -, concordei olhando para a foto de Marcela. – Estou com saudades dela e vou piorar meu humor se você persistir em me agarrar desse jeito.

– Estou deixando você excitada, não é? – Insistiu Fernanda de uma forma incômoda.

– Depois de seis meses longe da minha namorada, até uma arara provocaria reações em mim. Sou humana, lembra? O mérito não é da sua presença, mas da ausência de quem eu amo por tanto tempo. E você sabe disso…

– É, Nel, você leva esse negócio de amor muito a sério!

– Queria que encarasse como brincadeira? – Observei Fernanda como se fosse um inseto embora acreditasse que ela não seria capaz de decodificar aquela mensagem clara. Preferi então inventar uma dor de cabeça qualquer e encerrar os estudos por ali – expulsando-a discretamente do apartamento.

Assim que ela saiu, olhei mais uma vez a imagem de Marcela. Apanhei o porta-retrato e segui para o quarto após apagar as luzes da sala. Adormeci embalada em boas lembranças e acordei, algumas horas depois, com um beijo gostoso no pescoço e o perfume da mulher que eu amava.

– Amor, surpresa… – ela murmurou calma me puxando para um beijo quente e salgado. Meu sorriso se desenhou grande como o sol pintado por uma mão feliz. Senti Marcela vencendo a resistência do meu short e gemi com intensidade enquanto ela se aninhava bem perto, livrando-se da toalha; prendendo-se a mim.

– Ah…

– Devia ter me ligado, – no mesmo instante em que eu sugava as últimas gotas de água ainda existentes no corpo dela, sussurrei algo sem nexo enchendo minha boca dos seios dela.

– Ai… Que saudade… – O corpo de Marcela se contraiu fortemente em resposta à fricção de minha coxa em seu sexo.

– Do Brasil? – Perguntei já completamente molhada.

– De você, de amar você perto… Oh…

Naquele dia não fizemos sexo; fizemos amor intenso como no começo e profundo como só o tempo permite realmente dar.

A verdade é que alguns andarão de par em par, outros tirarão par ou ímpar e nem assim acharão sentido para aquilo que estão vivendo. Mas, quem encontrar aquele par que o descubra como alguém ímpar; aquele par que seja ímpar, não mais precisará seguir de par em par, porque já é explorador e descoberta; já é a reinvenção que se desperta numa coisa só além do amor: felicidade.

 

***

Queridas,

Após algumas semanas bastante atribuladas, reassumo a escrita matando parcela das saudades de vocês e das sensações que me provocam a dizer algo, calar alguma coisa e descobrir pouco a pouco um pouco do que nos leva além.

Espero que aproveitem esse e os que virão,

Grandes Beijos,

Aranel. =]

7 Comentários leave one →
  1. Cláudia permalink
    21 setembro, 2008 2:30 pm

    A verdade é que alguns andarão de par em par, outros tirarão par ou ímpar e nem assim acharão sentido para aquilo que estão vivendo. Mas, quem encontrar aquele par que o descubra como alguém ímpar; aquele par que seja ímpar, não mais precisará seguir de par em par, porque já é explorador e descoberta; já é a reinvenção que se desperta numa coisa só além do amor: felicidade.

    Amei isso! ^^

    Mais um texto maravilhoso, Nel!

    Beijios!!!!

    =D

  2. 21 setembro, 2008 6:27 pm

    Lindo! Muito bom!

  3. Té Pazzarotto permalink*
    22 setembro, 2008 1:01 pm

    Você e essas lições no final de cada texto.
    Muito bom!!! =p

  4. 23 setembro, 2008 2:34 am

    Nossa,que lindo.Adorável.Bejinhos.

  5. 29 setembro, 2008 5:37 pm

    Obrigada, meninas! =]]]] Fico realmente feliz por terem gostado!

    Beijos e Beijos!

  6. 20 outubro, 2008 9:10 pm

    Muito lindo!
    Parabéns!
    Vc tem sintonia com as palavras, parece sentí-las antes de usá-las, isso é raro, é um dom!
    Beijos…

  7. 21 outubro, 2008 2:11 pm

    Nossa! Muito Obrigada mesmo, Vania! Você me deixou sem palavras! Tornou meu dia mais feliz!

    Um Grande Beijo! =]]]]]]]]]]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: