Skip to content

Você vai gostar! Ele(a) é gay!

24 novembro, 2008

 voce-vai-gostar

De vez em quando, alguns dos meus amigos – dentre eles um casal heterossexual bastante orgulhoso de sua modernidade por ter um amigo que é gay – diz: vamos sair hoje à noite que vou te apresentar a um garoto! Eu então respondo como Greta Garbo: Quero ficar sozinha! Mas, como eles insistem, acabo perguntando como é o príncipe encantado que eles pretendem me apresentar. E então, vem a resposta: “Bem, ele é gay. E ele é tão grande.”

Algumas pessoas ainda pensam que dois homossexuais só se gostam por serem homossexuais. Na verdade, a atração, e não digo nada de novo, é muito mais do que isso e não é regida exclusivamente pela sexualidade das pessoas. Quando dizem que um cara vai gostar de mim apenas por ser gay, acabam por dizer uma bobagem. O que ser gay me diz?

Eu suponho que é devido ao desconhecimento de como funciona o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo. Talvez, o que alguns expressam na literatura gay e a forma pela qual a homossexualidade é abordada nas séries de TV e nos filmes, tendem a enfatizar a idéia de que metade dos gays está apenas interessada em sexo fácil quando, na verdade, o comportamento não difere entre si de todos os demais no resto do mundo. A maneira de apresentar um relacionamento amoroso heterossexual e homossexual nas telas normalmente é diferente:

No heterossexual, sabendo-se que existem filmes que não se encaixam nesses exemplos (…) os protagonistas fazem juras de amor tão açucaradas que são capazes de encher uma bola de algodão doce. Em alguns casos, dividem-se entre o conservadorismo puro fazendo um catálogo mais ou menos consciente dos valores tradicionais e dos clichês associados com os papéis de meninos e meninas. Será que as relações sexuais entre os heterossexuais não dependem de romance da mesma forma que as relações entre gays e lésbicas?

Talvez porque se fala inequivocamente sobre sexo gay, e porque está mais presente na chamada “cultura gay”, saunas, salas escuras, as roupas que marcam as linhas do corpo e a erotização dos órgãos genitais, fazendo-se pensar, talvez, que a única coisa que realmente importa é “uma noite”. O que assusta alguns não é realmente sexo entre homens ou mulheres, mas se esses homens e essas mulheres podem realmente amar uns aos outros¹.

Então, quando ouço alguém dizer: “Ele vai gostar de você. Também é gay”; primeiro pergunto onde chegaram à conclusão de que o fato desse homem gostar de gente “X” também me faria gostar das mesmas pessoas. Aí imagino qual seria a reação de um desses amigos se apresentasse uma menina dizendo: “Você vai adorá-la. Ela é hetero!”

________

¹ Evidentemente que podem e muito.

Fonte: Dosmanzanas.

6 Comentários leave one →
  1. 24 novembro, 2008 7:34 am

    Falamos justamente sobre esse assunto, depois da cena da novela das oito, quando a personagem defende a amiga lésbica. Está mto bonito, mas se a gente parar pra pensar, se esatas duas ficarem juntas vão falar que foi só pq o marido da Catarina é um alcolatra e grosseirão. E não pq realmente existe um amor entre elas. Sem falar que os gays nunca tem amigos gays, nunca tem um circulo de pessoas que gostem da mesma coisa que eles. Sempre um casal gay que tem aqueles que os defendem e os que os maltratam.. sem mostrar a realidade, sem mostrar o todo. Enfim, chega que isso aqui não é um texto.. ou é?! hehehe

    Beijoo!!

  2. Greenie permalink
    25 novembro, 2008 1:03 pm

    Excelente, o texto. Ponto!

    Ia destacar alguns trechos neste comentário, mas cheguei à conclusão de que teria que postar aqui quase o texto inteiro, e acabei desistindo da idéia (hehehe).

    Beijão!

    P.S.: Eu mesma já passei por situações como as que foram relatadas…

  3. 25 novembro, 2008 2:46 pm

    Pois é, Fernanda… a maneira como a televisão e o cinema em geral abordam a temática gay nem sempre se aproxima da realidade ou estrutura o romance homoafetivo como fruto direto do amor. E isso acaba reforçando, em certo aspecto, a preconceituosa noção de que “mulheres que gostam de mulheres ainda não tiveram um homem de verdade para chamar de seu”.
    Eu, particularmente, não acredito que homens com quem convivo sejam “de mentira”, mas o fato é que foi somente uma grande mulher quem balançou meu coração de verdade ao ponto de se fazer irrecusável.

    Coisas da vida…

    Beijos! =]

  4. 25 novembro, 2008 2:48 pm

    Greenie,

    verdade! Um belo texto esse do “Dosmanzanas”! Realmente merecia toda a visibilidade por aqui!

    Beijos e beijos! =]]]

  5. 3 dezembro, 2008 6:13 pm

    Esse blog cada vez me encanta mais,virando fã…
    Adorei isso aqui!

  6. Té Pazzarotto permalink*
    3 dezembro, 2008 6:22 pm

    Realmente, muito divertido!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: