Skip to content

Casual

13 dezembro, 2008

 casual

.

“Puta que pariu! Por que mulher não pode ir pra cama no primeiro encontro?”

Um dia desses do segundo semestre de 2008, uma amiga solta essa frase revoltadíssima, e, a partir dela, desenvolvemos um longo diálogo…
Desde ir pra cama num primeiro encontro, ao sexo puramente casual.

Acho que ninguém tem dúvida sobre o que é, ou sobre como se vai pra cama num primeiro encontro, certo?!
Já o que chamo de sexo puramente casual, é manter intercurso passivo e/ou ativo  com uma desconhecida mesmo. E sem planejamento.

Voltando a conversa, o colega da dona Jamas dizia que mulher que dava de primeira não prestava, era fácil. E que se fazia com ele, faria com qualquer um… Fala sério, é a pessoa acreditar muito pouco no próprio taco, pra achar que não se é irresistível, né?! Vai que ele era o cara e foi impossível dizer não…? Enfim.

Heranças culturais à parte, como se não bastasse essa declaração ‘infeliz’, ele disse que uma coisa era a guria ir pra cama com a Jamas de primeira, e outra era ir com ele…
Homens ainda acham que sexo entre mulheres não é sexo? Ai ai… Queridos… =D

O que assombra o ser humano? O que pode ter de tão ‘ruim’ em não ter mil rodeios pra fazer sexo?
Eu sei, eu sei… O sexo é algo impuro, é pecado, uma expressão demoníaca num ser divino, definições controversas não faltam.
Como já falei, também não esqueci que culturalmente a mulher incorporou durante vários e vários séculos o papel de virgem e de mãe… Mas venhamos e convenhamos, se há 10 anos atrás as meninas de 13, 14 anos já faziam sexo e sabiam mais coisas sobre o assunto do que os próprios pais… Tá passando da hora da galera abrir o olho, certo?rs

O “preconceito” vem de fora, porque muitas vezes ele é interno. Principalmente no caso das mulheres, que ainda cultivam (nada contra fazerem isso, que fique bem claro!) um puritanismo acerca da própria sexualidade e do próprio corpo.

“Não é qualquer uma que me toca”.
“Sexo só com amor”.
“Preciso conhecer e gostar da pessoa pra rolar algo”.
“Até iria pra cama sem compromisso, mas não sei como me sentiria depois”.

São muitas as mulheres que pensam e idolatram o amor romântico, onde o sexo nada mais é do que uma expressão do sentimento. Uma forma de carinho.

Pra mim, o sexo nem precisa ser só isso, nem precisa ser só tesão. Até pode rolar de em determinado momento um se sobressair, ou só existir um… Que o diga o Damião… ¬¬

Entretanto não estou querendo incitar nenhuma libertinagem… rs

Ninguém, obviamente, é obrigado a sair dando feito uma louca ou uma fingir ser uma G.P fazendo filantropia (nada contra G.P’s também).

 Concluindo…
Se você se encontrar na encruzilhada: dar ou não dar, eis a questão; faça o seguinte: tá com muita vontade? Então vai, filha.
O corpo é seu; governe-o! Pense que quem não arrisca não petisca, e outra…Nem todo sexo casual precisa acabar depois de gozar…
Que o diga uma amiga que tá namorando a casual =)

O nome já diz tudo: experiência – do lat. experientia, do v. experiri, ‘experimentar’…rs

Fica a dica =p

_________

Tendo parado pra pensar sobre o assunto, acho que vou fazer uma pesquisa sobre vantagens e desvantagens do sexo casual…
Quem quiser colaborar: tep.8@hotmail.com =)

7 Comentários leave one →
  1. Diamante Negro permalink
    13 dezembro, 2008 2:18 pm

    “O corpo é seu; governe-o!”

    Sem dúvida esta é uma das mais ”puras” verdades. Afinal, entre os vários direitos naturais dos seres humanos, o direito e a liberdade de você fazer o que quiser com o seu próprio corpo é algo inalienável, o corpo é uma propriedade do indivíduo, portanto, ele que faça o que quiser com o próprio corpo! Com exceção do aborto, mas aí é uma opinião minha e não vem ao caso agora…

    Mas como diz Voltaire: “Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las”. E o mesmo eu digo para o ”sexo casual”…eu não concordo, não tenho nenhuma vontade de ir para cama com alguém logo no primeiro encontro, mas defendo até a morte o direito das outras pessoas quiserem ir… enfim…em outras palavras… eu odeio ir contra a liberdade e confesso que sexo para mim tem que ter no mínimo amor e eu tenho que gostar pelo menos um pouco dessa pessoa… e não é num primeiro encontro que você consegue amar uma pessoa….

  2. Amanda Andrade permalink
    13 dezembro, 2008 3:39 pm

    “Se você se encontrar na encruzilhada: dar ou não dar, eis a questão; faça o seguinte: tá com muita vontade? Então vai, filha.”

    unhum…

    “Que o diga uma amiga que tá namorando a casual =)”

    unhum²…

    rsrsrs

  3. Mah permalink
    13 dezembro, 2008 3:50 pm

    Ta se redimindo, Té? huahauhauhau

    Bom, vc já sabe a minha opinião sobre isso….=P

  4. 16 dezembro, 2008 10:46 am

    É.. nunca curti mto dar na primeira vez.. com homem ou com mulher, mas nunca me boicotei quando a vontade era grande.. se da vontade, vai lá.. te diverte!

    😀

  5. miss take permalink
    11 janeiro, 2009 9:43 pm

    tô dando enquanto digito 😀

  6. Té Pazzarotto permalink*
    11 janeiro, 2009 10:49 pm

    Tinha q ser a Didi…rs

Trackbacks

  1. Sexo Casual - vantagens e desvantagens « Na Ponta dos Dedos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: