Skip to content

Escola luterana expulsa legalmente lésbicas

30 janeiro, 2009

escola-luterana

Por Maria Jardini
Publicado em 29.1.2009 às 18:32
 

Corte considera que a escola não precisa seguir as mesmas leis anti-discriminação que as empresas 

 Escola luterana na Califórnia expulsa casal de lésbicas

Escola luterana em Riverside, Califórnia, ganhou o direito de expulsar duas alunas por conta de orientação sexual. A decisão em favor da escola foi tomada por uma corte de apelação na segunda-feira (26).

As duas alunas, expulsas em 2005, recorriam à decisão de uma instância inferior que considerou a escola como uma organização religiosa privada e, portanto, não estava obrigada a cumprir as mesmas leis anti-discriminação que uma empresa.

O advogado Kirk D. Hanson, consultado pelo jornal “Los Angeles Times”, entende que o veredicto pode permitir que escolas privadas discriminem qualquer pessoa, desde que justifiquem com suas crenças religiosas.

As garotas levarão o caso para a Suprema Corte da Califórnia.

Fonte: Dykerama

4 Comentários leave one →
  1. Mah permalink
    30 janeiro, 2009 6:40 pm

    Oi? o.O

  2. 31 janeiro, 2009 6:51 pm

    Estou inconformada. Às vezes parece que o mundo evolui, mas de repente, ele sofre um retrocesso.

  3. 2 fevereiro, 2009 1:03 pm

    Mas e ai, depois qeu foi pra corte suprema, quem ganhou?

    • Té Pazzarotto permalink*
      2 fevereiro, 2009 3:26 pm

      Bem, isso aconteceu dia 26.
      Como não achei mais nenhuma notícia, suponho que não tenha novidades sobre o caso, até porque essa decisão não tem nem 10 dias.
      =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: