Skip to content

Família nova, lei velha

15 março, 2009

Casais gays em várias partes do mundo têm conseguido registrar os filhos. Alguns, só recorrendo à Justiça

 FRANCINE LIMA

alberto-e

 

DUAS MÃES A chef americana Cat Cora (à esq.) já tem dois filhos gerados por sua companheira, Jennifer. Agora, as duas estão grávidas por fertilização in vitro. Apesar de o DNA do segundo filho ser de Cat, ela teve de adotá-lo para ter direitos e deveres legais de mãe sobre ele. “É injusto, mas é a lei”, diz .

.

frederic-jean

.

.

.

PAIS GAYS  Um casal de homens de Catanduva, São Paulo, inaugurou a adoção de uma criança por homossexuais no Brasil. Vasco Pedro da Gama Filho e Júnior de Carvalho obtiveram na Justiça autorização para colocar seus nomes na certidão de nascimento da menina Theodora, já com 5 anos, como pais dela, com todos os direitos e deveres de qualquer pai biológico.

 

paulo-vitale

.

.

.

MÃE AFETIVA Com a morte da cantora Cássia Eller, em 2001, o filho dela virou assunto nacional. O menino Chicão, então com 9 anos, era órfão de pai e havia sido criado pela mãe junto com outra mulher, Maria Eugênia Vieira Martins. Um acordo entre Maria Eugênia e o pai de Cássia, dez meses depois, deu a ela a tutela definitiva da criança e inaugurou um novo direito entre os gays .

.

.

.

Fonte: Revista Época

Para ler sobre o procedimento do post anterior clique aqui!

5 Comentários leave one →
  1. 15 março, 2009 10:15 am

    lembro que o pai da Cássia passava um ar de aproveitador. é uma vergonha casos como o da cássia, ainda bem q deu tudo certo no final

  2. 15 março, 2009 11:25 am

    Estava ouvindo hj uma musica da Catie Curtis (Honest World). Torço para que o refrão da música aconteça em breve:

    “Some day
    We’ll all be free
    I can feel it
    It’s our destiny
    Some day I trust
    Love will make
    An honest world for us”

  3. Té Pazzarotto permalink*
    15 março, 2009 2:57 pm

    É uma bela letra!
    Tomara que o amor consiga isso…

    =)

  4. keyla permalink
    15 março, 2009 5:04 pm

    bela matéria! enquanto há vida, há esperança =D

Trackbacks

  1. A primeira família de duas mulheres « Na Ponta dos Dedos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: