Skip to content

“Sexo seguro entre lésbicas”

9 setembro, 2011

O texto abaixo não trata exatamente do sexo seguro entre lésbicas e pode NÃO ser indicado a pessoas sensíveis! Eu avisei! ¬¬

Olá moças que gostam e praticam sexo! Como vão?

Estou deveras sumida do blog. Os motivos são os de sempre e já foram amplamente comentados aqui ao longo desses quase quatro anos! Porra, como o tempo passou! Enfim, vamos ao que interessa.

Quando venho dar uma olhada aqui, sempre me deparo com comentários nos textos que versam sobre o sexo seguro entre lésbicas e estes trazem perguntas, a grosso modo, questionando-me: como faço para comer minha namorada sem correr risco de me foder? Ou, dito de uma forma um pouco mais polida: como fazer amor, praticar sexo, sem correr risco de pegar alguma doença?

1) Note que o complemento “pegar alguma doença” é importante, haja vista que fazer sexo sem correr riscos – de forma genérica – não existe. O que tem de gente que deu uma vez ano passado e até agora tá nessa… vish! 2) Desculpem a minha falta de foco!

Bem meninas, perdoem-me se for grossa, mas preciso perguntar: antes de comentar o texto expondo dúvidas, vocês leem o texto? Porque para metade das perguntas feitas, a resposta encontra-se acima do local “deixe seu comentário”.

Outra coisa, quero e gosto de ajudar, mas não sou ginecologista. Sei que a internet ajuda, em parte, a ter respostas imediatas, mas essas respostas não são verdades absolutas! a) Você que pesquisa não está apta a diagnosticar-se (com todo o respeito, tem gente que não está apta nem a escrever quanto mais a raciocinar). b) Você não passou por nenhum tipo de exame para saber o que tem ou o que não tem.

Quanto as formas de prevenção para doenças X, Y, Z etc. ninguém melhor que um médico também. Ele lida com isso diariamente. Então, por favor, PROCUREM OS GINECOLOGISTAS! Não dê uma de “menino” desinformado que acha que pode usar saco de dindin (também conhecido como sacolé, geladinho, chup-chup) no pinto e que tudo vai dar certo!

Felizmente, o Na Ponta dos Dedos é um blog responsável. Busco informações confiáveis antes de publicá-las, mas quantos blogs/sites o fazem?! Deixo registrada a grande dica do dia!

E caso você queira ler sobre o Sexo seguro entre lésbicas, veja:

https://napontadosdedos.wordpress.com/2008/01/17/o-mito-do-sexo-seguro-entre-lesbicas/

https://napontadosdedos.wordpress.com/2008/05/15/uma-conversa-com-dra-julieta/

https://napontadosdedos.wordpress.com/2008/08/20/mais-dicas-sobre-sexo-seguro-para-lesbicas-e-mulheres-bissexuais/

https://napontadosdedos.wordpress.com/2009/04/08/hpv-e-cancer-do-colo-do-utero/

15 Comentários leave one →
  1. Nina permalink
    9 setembro, 2011 9:52 pm

    As vezes, um “sacode” faz com que as pessoas acordem… rsrs..
    Lésbicas são só lésbicas e não biônicas ou grandes gênios entendedores da biologia feminina… rsrs… Pra amar mulheres não é preciso ser formada em medicina.
    Tudo bem que ajudaria muito se entendêssemos um pouco de Psiquiatria ou Psicologia. Evitaríamos alguns conflitos…rsrs… Mas como já afirmei, somos apenas mulheres que amam mulheres.
    Bom senso é tudo! Rsrs.

  2. carol permalink
    9 setembro, 2011 10:09 pm

    quando tive blog passei por isso. postava e as pessoas não liam ou não prestavam atenção
    gostei a ‘dica do dia’ aí

  3. 16 setembro, 2011 1:19 am

    Acabei de ver que deixaram o link do blog numa comunidade do orkut. As duas observações mais absurdas que vi, foram:
    a) só se preocupa com sexo seguro a lésbica que sai dando ou comendo todo mundo;
    b) outra criatura falou que não se pega nem AIDS nem nenhum tipo de DST numa relação lésbica, mesmo com dedo cortado (sic)

    Depois me pedem pra ter paciência… ¬¬

  4. Nina permalink
    22 setembro, 2011 10:34 pm

    Na verdade, nós não precisamos ter paciência, mas uma reação vai acabar dando ibope para esse tipo de comunidade.

    A ignorância é a mãe do medo e do preconceito.

    Escutamos tantas besteiras por aí, que só posso crer que seja para gerar polêmica!

    Hoje em dia, será que ainda tem gente, independente da orientação sexual, que desconheça os perigos das DSTs e, principalmente, suas formas de contágio??

    Essas pessoas têm acesso a computadores, criam blogs e comunidades e não tem acesso a esse tipo de informação??

    Até minha filha de 11 anos já estudou esse tema na escola.

    Só posso realmente acreditar que esse tipo de pessoa queira ter um pouco de visibilidade à custa da causa gay ou apenas queira encher o saco mesmo!

    Relaxa!

    E outra, dependendo do momento, sair dando ou comendo todo mundo é uma delícia!!!!! rsrs..

    • 23 setembro, 2011 7:08 pm

      Não me preocupo muito com isso não. Às vezes penso na possibilidade da “polêmica”, mas, no final das contas, deve ser só ignorância mesmo.

      Abraço =)

  5. 17 março, 2012 10:44 am

    Não tem coisa pior que lesbica desatualizada e noob aff

  6. lais permalink
    27 abril, 2012 5:45 pm

    falando a verdade eu não entendi nada gente ? pega ou não pega essas doenças?

    • 14 junho, 2012 6:56 pm

      Se na situação em questão existir alguém com alguma DST, há SIM a possibilidade de se contrair a doença.

  7. iris permalink
    9 maio, 2012 11:55 pm

    Essa foi a primeira fez que lee seu blog, não gostei…😦

  8. ivanna permalink
    27 setembro, 2012 12:43 pm

    gostei muito. Eu tive a metade das respostas q eu qria. Eu estou namorando cm a minha mulher vai fazer um ano e ate hj agente n fez amor. Temos medo. Vivemos um amor proibido. Nossos pais sao muitos rigorozos eles nuncam vao aceitar ajente ficar juntas. Ela mim ama e eu amo muito. Eu qro q seja algo especial pras duas. Mais nen eu e nen ela tem amenor ideia de como faz amor. Nos temos 16 anos. Mim ajudem porfavor.????

    • 22 outubro, 2012 2:58 pm

      Calma que vocês vão descobrir juntas. Infelizmente não posso te dar nenhuma dica que seja legal (no sentido jurídico).

  9. 15 fevereiro, 2013 1:33 pm

    realmente a gente se entrega e quando vai aumentando a intimidade a gente vai se descubrindo

  10. Maiara permalink
    6 outubro, 2013 9:31 pm

    Oii tenho 21 anos e eu sou lésbica. Tenho muita atração por mulheres, tenho vontade de fazer sexo com elas, porém eu sou virgem, esse é o meu medo. Eu posso transar com uma mulher mesmo sendo virgem??? Eu perderei a minha virgindade com elas ou não, isso só com homens???

    • 7 outubro, 2013 12:35 am

      oi,

      sim, você pode. A segunda pergunta, depende do que você considera perder a virgindade; para mim, “perde-se” com ambos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: