Pular para o conteúdo

you Me her

5 julho, 2018

youmeher-1

Sou uma usuária tardia do Netflix (hahaha). Tenho conta faz tempo, mas só agora comecei a ver séries de fato.

Nisso, estava naquele limbo de passar mais tempo procurando o que assistir do que assistindo e me deparei com o trailer de You Me Her. Não dei muita bola, mas meu dedo já tava ficando cansado… Pensei: “bom, vou começar, se for chata eu volto a peregrinar!”.

Para minha gratíssima surpresa, fui completamente fisgada. Provavelmente pelo motivo resumido logo no início do texto da Capitolina sobre a série:

As relações, assim como as pessoas, estão vivas. E se transformam.

A série conta a história de um casal que, após 10 anos de casamento, encontra-se estagnado. Aquela fase quando o sexo muda ou para, as conversas não são mais descobertas do outro e a mesmice faz o tédio parecer interessante. Tentando melhorar seu casamento, Jack decide tentar algo novo e a partir daí tudo muda…

Já vi as 3 temporadas disponíveis no Netflix, então o que vem a seguir provavelmente irá conter algum spoiler… Continuar é por sua conta e risco kkk

Por que gostei tanto da série? Vamos por partes porque cada temporada traz uma vertente nova de uma relação em construção.

Na primeira temporada temos o frisson dos começos. A conversa gostosa e fluida que gera faíscas. A troca de olhares intensos acompanhados de atitudes inusitadas que fazem você ficar imediatamente excitada em todos os sentidos. A tensão erótica. A invasão dos sentidos e pensamentos, quando literalmente a criatura não sai da porra sua cabeça. Aparece o ciúme, as dúvidas sobre os sentimentos, se há reciprocidade, se o que se sente é real etc. Só que tudo isso compartilhado entre 3 pessoas distintas, e é super interessante perceber as nuances de como o interesse entre elas muda de uma pra outra – entre Emma e Izzy, Emma e Jack, Izzy e Jack – e se mescla.

A segunda temporada é uma espécie de pedido de namoro oficial. Um namoro meio apressado, meio atropelado, até meio inconsequente. Os limites não foram traçados, a dinâmica foi alterada, a insegurança está presente.

A disputa para saber qual é o seu espaço dentro da relação cria novas tensões que são potencializadas pelo contexto que cerca o trisal: um subúrbio super careta, uma vizinha problemática e uma família conservadora. Mas é sempre possível se surpreender.

A terceira temporada é o desenvolvimento do relacionamento. Entre perdas e ganhos, entre o eu e o outro. Fala daquilo que se abre mão, das concessões que fazemos, de recomeços, de perdão, da fragilidade dos erros humanos, das consequências de nossas escolhas. Fala de como superar e de como encontrar equilíbrio.

A série mostra de forma quase didática como conversar é essencial, mas também ensina que por mais esclarecedora que seja uma d.r, expectativas podem ser frustradas; que por mais forte e estável que um sentimento seja, as vezes podemos tentar fugir dele; e que querer ter uma vida a dois, a três, a quatro, um relacionamento aberto ou outro não significa abrir mão de você mesma ou se anular. No final das contas você fica, ou melhor, eu fiquei com aquela sensação de que uma relação a três não é mais nem menos complicada que qualquer outro tipo de relacionamento.

Isso tudo não gira em torno apenas do trisal, está presente nas relações de amizade e familiares também. O timing das piadas e os amigos do trisal são um charme a parte e conseguiram em alguns momentos roubar minha atenção… Nina Martone especialmente (rs).

Apesar de algumas críticas que vi sobre “fetichização de lésbicas” na série (que, particularmente, não percebi assistindo), You Me Her é, na minha opinião, uma narrativa leve, descontraído e com questões concretas acerca de relacionamentos em geral.

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: